Medicamentos e Tratamentos que podem te ajudar com seus problemas!

A ejaculação precoce é a condição sexual mais comum que afeta homens com menos de 40 anos. Com a ejaculação precoce, o homem tem um orgasmo e ejacula mais cedo durante a relação sexual do que gostaria.

Os eventos cerebrais que ocorrem durante a ejaculação precoce e as anormalidades presentes em homens com ejaculação precoce não foram claramente definidos. Com técnicas de tomografia por emissão de pósitrons e ressonância magnética funcional.

O orgasmo é o resultado do processamento cerebral dos estímulos sensoriais do nervo pudendo, resultante do aumento da pressão na uretra posterior, dos estímulos sensoriais decorrentes do veramontanum e da contração do bulbo uretral e dos órgãos sexuais acessórios.

Ejaculação Precoce

A ejaculação precoce é um reflexo composto por receptores e áreas sensoriais, vias aferentes, áreas sensoriais cerebrais, centros motores cerebrais, centros motores espinhais e vias eferentes.

Emissão seminal e ejeção estão integrados no padrão complexo de comportamento copulatório por várias estruturas do prosencéfalo, incluindo a área pré-óptica medial e o núcleo paragigantocelularis.

Uma população de neurônios espinotalâmicos lombares foi identificada em ratos machos que constituem parte integrante da geração de ejaculação. As células enviam projeções para os núcleos autônomos e motoneurônios envolvidos.

Na fase de emissão e expulsão e recebem projeções sensoriais da pelve. Várias áreas cerebrais são ativadas após a ejaculação precoce pelas fibras ascendentes da medula espinhal e podem ter um possível papel na saciedade e no tempo refratário pós-degenerativo.

A excitação sexual masculina é um processo complexo que envolve o cérebro, hormônios, emoções, nervos, músculos e vasos sanguíneos. A disfunção erétil pode resultar de um problema com qualquer um deles. Da mesma forma, preocupações com estresse e saúde mental podem causar ou piorar a disfunção erétil.

Às vezes, uma combinação de problemas físicos e psicológicos causa disfunção erétil. Por exemplo, uma condição física menor que retarda sua resposta sexual pode causar ansiedade sobre a manutenção de uma ereção. A ansiedade resultante pode levar ou piorar a disfunção erétil.

Ejaculação Precoce

Causas Físicas da Disfunção Erétil!

Em muitos casos, a disfunção erétil é causada por algo físico. Causas comuns incluem doença cardíaca, vasos sanguíneos entupidos aterosclerose, colesterol alto, pressão alta, diabetes, obesidade, síndrome metabólica uma condição.

Que envolve aumento da pressão arterial, altos níveis de insulina, gordura corporal ao redor da cintura e colesterol alto. Mal de parkinson, esclerose múltipla, certos medicamentos de prescrição, uso do tabaco, doença de peyronie

Desenvolvimento de tecido cicatricial no interior do pênis, alcoolismo e outras formas de abuso de substâncias, distúrbios do sono, tratamentos para câncer de próstata ou próstata aumentada, cirurgias ou lesões que afetam a área pélvica ou medula espinhal.

A maioria dos homens ocasionalmente não consegue obter ou manter uma ereção. Isso geralmente resulta de estresse, cansaço, ansiedade ou consumo excessivo de álcool e não é nada para se preocupar. No entanto, se preocupar com isso pode aumentar a probabilidade de que isso aconteça novamente devido ao medo do fracasso.

Até cerca de 20 anos atrás, acreditava-se que o disfunção eréctil era quase inteiramente devido a causas psicológicas na mente. Mas agora sabemos que as causas físicas no corpo são mais prováveis, e a mais comum delas é a doença dos vasos sanguíneos que fornecem sangue ao pênis aterosclerose.

No entanto, a maioria dos homens com disfunção erétil tem uma combinação de causas psicológicas e físicas, com uma afetando a outra. Os homens cuja disfunção eréctil é causada por causas físicas geralmente experimentam um início gradual dos problemas eréteis, que geralmente ocorrem em todas as atividades sexuais.

Ejaculação Precoce

Terapia Sexual de Casal!

A terapia sexual é terapia de fala em que um indivíduo ou casal trabalha com um terapeuta experiente. Para avaliar e tratar seus problemas sexuais ou de relacionamento.

Juntos, eles identificarão os fatores que desencadeiam os problemas e projetarão um programa de tratamento específico para resolver ou reduzir seu impacto. A terapia sexual é considerada altamente eficaz para abordar as principais causas e fatores que contribuem para as dificuldades sexuais.

E ajuda as pessoas a desenvolver atitudes mais saudáveis ​​em relação ao sexo, melhorar a intimidade sexual, tornar-se mais confiante sexualmente e melhorar a comunicação dentro do relacionamento.

A terapia sexual também pode ser usada em combinação com outras formas de tratamento. O seu médico de família ou outro profissional de saúde no pode encaminhá-lo para terapia sexual dependendo da área.  Ou você pode contatar um terapeuta diretamente e pagar em particular.

É importante certificar-se de que eles são qualificados e estão registrados em um órgão profissional apropriado.  Você pode encontrar mais informações sobre terapia sexual em nossos folhetos informativos sexo terapia. E como encontrar, escolher e se beneficiar do apoio ao aconselhamento.

Como isso é diagnosticado?

Para diagnosticar a causa da sua disfunção erétil o seu médico irá perguntar-lhe sobre o seu historial sexual, dieta e estilo de vida. Você terá uma avaliação, que inclui a medição da sua altura, peso e cintura.

Você também precisará de um médico, que inclui uma verificação rápida de seus genitais para descartar qualquer anormalidade física óbvia, colesterol check, teste de diabetes, xtrasize vende em farmácia, coração e pulmões verificação de pressão arterial

Uma verificação matinal de sua testosterona veja nossa ficha informativa . Deficiência de testosterona se você tiver sintomas de próstata aumentada, como um fluxo fraco ou micção urgente ou frequente. Seu médico também pode precisar examinar sua próstata.

Problemas hormonais podem ser uma causa mais comum de disfunção erétil do que se pensava.  O mais frequentemente visto é a redução da testosterona hormônio sexual masculino, que pode ocorrer em homens. A orientação atual sobre o uso da terapia de reposição de testosterona em homens.

Recomenda que quando eles consultam um médico para disfunção erétil ou libido reduzia desejo sexual. Eles devem ter sua testosterona medida pela manhã em pelo menos duas ocasiões veja nosso informativo deficiência de testosterona.